4P’s do Marketing ou Marketing Mix ou Composto de Marketing


Vocês com certeza já ouviram falar nos famosos 4P’s do Marketing, que também recebem os nomes de Marketing Mix e Composto de Marketing. Este conceito é bastante famoso, mas nem todo mundo sabe exatamente do que se trata, então vamos conhecer quem são estes 4P’s e pra que eles servem?

Os 4P’s do Marketing são baseados nos estudos de Neil Borden que usou este termo pela primeira vez em 1949. Borden fala em seus estudos dos chamados executivos de liquidificador (mixers), que tinham como função “inventar receitas” misturando ingredientes ideais em quantidades adequadas para oferecer soluções para as empresas. Foi então que surgiu a expressão Marketing Mix.

Borden criou o termo, mas foi Jerome McCarthy, professor da Universidade de Michigan, que aprimorou a esta teoria e definiu os 4P’s do Marketing da forma como o conhecemos atualmente: Produto, Preço, Praça e Promoção.

Kotler foi o grande defensor da teoria e foi quem ajudou a popularizá-la. Para ele, Marketing Mix é o:

Conjunto de ferramentas de marketing que a empresa usa para perseguir seus objetivos de marketing.

Os 4P’s são considerados a  base  para os Planejamentos de Marketing tático e operacional em muitas empresas, apesar de atualmente existirem muitas críticas contra eles, pois trata-se de uma visão tradicional de se estruturar o marketing de uma empresa. Eles já não são mais suficientes para garantir que a empresa tenha diferencial competitivo e está sendo substituído por um tal de Marketing Holístico (tema que será abordado em breve aqui no Blog PEGG.

Apesar das críticas, os 4P’s continuam atuais e são ideais para micro e pequenas empresas, que se conseguirem colocá-los em prática, com certeza obterão destaque nos seus mercados de atuação.

Abaixo, vejam conceitos que podem ser considerados por vocês em cada um dos 4P’s.

  • Produto: variedade de produtos, quelidade, design, características técnicas, marca, embalagem, tamanhos, serviços agragados ao produtos, garantias oferecidas e política de devolução e troca destes produtos etc.
  • Preço: definição de preços de custo e de venda, descontos oferecidos, prazos e condições de pagamento etc.
  • Praça: Canais de distribuição (atacado, varejo etc.), área de cobertura ou de atuação, localização, políticas de estoque e transporte etc.
  • Promoção: promoção de vendas, propaganda, força de vendas, relações públicas, marketing direto etc.

Apesar do conceito inicial de “receita” citado por Borden, hoje este conceito é visto mais como um check list para ajudar o empresário a fazer uma análise da sua política de marketing e para auxiliá-lo na escolha das prioridades de melhoria.

Espero que este post tenha dado uma luz pra vocês, além de idéias práticas para implementar na empresa.

Cristina Brasão

Anúncios

2 Respostas

  1. Parabéns pelo Blog.
    As informações são bem claras e fáceis de entender.
    Adorei, me ajudou muito a compreender o mundo oculto do marketing.

    • Eliana, que bom que gostou do blog. Fiquei um tempo afastada, mas estou voltando. Volte sempre ao Blog Pegg para se atualizar e mande sugestões de posts.

Obrigada por comentar o Blog PEGG!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: