Matriz BCG


A Matriz BCG ou Matriz de Crescimento/Participação foi desenvolvida pelo Boston Consulting Group e serve para analisar a participação relativa de uma empresa versus a taxa de crescimento do mercado em que a empresa está inserida.

Vamos entender um pouquinho mais sobre esta ferramenta de análise?

Os círculos brancos numerados de 1 a 8 representam o tamanho da empresa e a posição que ocupa no mercado. Quanto maior o círculo maior o faturamento da empresa e a posição na matriz representa sua situação atual no mercado onde está inserido.

O eixo de Taxa de Crescimento representa o crescimento anual de determinado mercado, por exemplo, a taxa de crescimento do mercado de venda de automóveis no Brasil.

O eixo de Participação Relativa de Mercado refere-se a qual a sua posição relativa no mercado quando comparada com a do líder do segmento. Para entender mais clique aqui.

A Matriz BCG é dividida em quatro quadrantes, sendo eles:

  • Pontos de Interrogação: são empresas que estão em um mercado com altas taxas de crescimento, mas com baixa participação relativa. Normalmente são empresas que acabaram de abrir e necessitam de altos investimentos para acompanhar o mercado de alto crescimento e porque a empresa deseja assumir a liderança de mercado.
  • Estrelas: se a empresa que era ponto de interrogação for bem sucedida vira estrela. É a empresa líder de um mercado com alto crescimento. Ainda necessita de altos investimentos para repelir os concorrentes.
  • Vacas Leiteiras: se a empresa continua com alta participação relativa e o mercado amadurece e passa a ter taxas de crescimentos inferiores a 10% ao ano, trata-se de uma empresa vaca leiteira. A empresa deste tipo tem alta lucratividade, e apresenta boa margem de contribuição. Não necessita de muitos investimentos. Se a empresa perder participação de mercado relativa pode virar animal de estimação.
  • Animais de Estimação: são empresas com baixa participação relativa de mercado em mercados com baixas taxas de crescimento. Normalmente são empresas que apresentam sérios problemas de liquidez e o proprietário deve se questionar se vale a pena manter este negócio.

Em cada um dos tipos de empresas citados acima, você empresário, deverá ter um tipo de postura:  construir e investir (aumentar partipação de mercado), manter (preservar participação), colher os frutos e abandonar respectivamente.

E sua empresa, em que quadrante está? Faça a análise e reavalie seu negócio.

Até o próximo post.

Cristina Brasão

Anúncios

Obrigada por comentar o Blog PEGG!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: