Marketing Digital


Pra estreia da nossa coluna especial Coffee Break, vou falar sobre Marketing Digital.

O Marketing Digital não é moda, mas sim realidade. Seguem abaixo algumas manchetes, posts e artigos publicados na internet sobre o assunto:

Procura-se profissionais capacitados

O Mundo Marketing publicou uma matéria sobre Marketing Digital, mostrando que o mercado busca por profissionais capacitados para trabalharem nesta área, porém ainda existe uma deficiência muito grande, pois a demanda cresceu muito rapidamente.

Este mercado tem expectativa de crescimento de investimentos da ordem de 30% para este ano e exige que todos os profissionais e executivos entendam a dinâmica desta nova ferramenta do marketing para potencializar o retorno.

Num estado como o MT, em que muitas empresas ainda não possuem sequer um site ou trabalham com sites ultrapassados, é importante “acordar já”! Invistam em mídias sociais, sites, links patrocinados etc.

E para aqueles que buscam um lugar ao sol no mundo do marketing, esta é uma oportunidade bem atraente.

Buzz: Propaganda Boca a Boca

Vocês lembram da famosa propaganda boca a boca? Pois é, agora ela está mais moderna e se chama Buzz, que nada mais é que a propaganda boca a boca na internet, quer dizer, a propaganda clique a clique. Sabe aqueles e-mails e/ou filminhos que viram febre geral? É o Buzz.

Existem basicamente 3 tipos de Buzz:

  • Espontâneo. tipo mais comum e mais forte, respondendo em geral por 50% a 80% de todo o buzz em relação a determinada categoria de produto. Surge da experiência direta de um consumidor com um produto ou serviço, principalmente quando essa experiência se desvia do que era esperado. Os consumidores dificilmente reclamam de uma empresa, ou a elogiam, quando recebem o que esperavam.
  • Consequente. A atividade de marketing dispara o buzz, estimulando os consumidores expostos a campanhas de marketing tradicionais a passar à frente mensagens sobre o produto ou marca.
  • Intencional. Ocorre, por exemplo, quando o marketing usa testemunhais de celebridades para dar início a um burburinho positivo sobre o lançamento de um produto.

Empresários, vamos botar a sua empresa no clique do povo?

Mídias Sociais

Definitivamente as mídias sociais vieram pra ficar. Entenda um pouco mais:

  • As redes sociais e~stão se tornando cada vez mais “exclusivas”. Nem todos conseguem acompanhar todas as informações veiculadas nas suas redes de relacionamento, o que acaba criando muito “ruído” na comunicação.
  • Avanço nas empresas: Ainda há poucas corporações investindo em relacionamento com o cliente em redes sociais, mas este é um caminho sem volta, as empresas que não fizerem parte do ambiente on-line estarão fadadas as esqueciemento.
  • Negócios sociais se tornarão um assunto sério: Os participantes dos chamados “social business” são incentivados a participar e recompensados conforme seu nível de envolvimento e atuação. Como os participantes da sua rede não tem vinculo com sua empresa, eles podem facilmente abandonar sua rede e ir para concorrência. Nesse caso, a alternativa é procurar formas de incentivar a atividade dentro das redes internas e externas, de forma a mantê-las pelo maior tempo possível.
  • Sua empresa terá uma política de comunicação social: Se a empresa onde você trabalha ainda não tem uma política de comunicação social em vigor, com regras específicas de participação em várias redes, é bastante provável que no próximo ano você receba um documento que formalize a maneira como a sua empresa atuará nessas mídias sociais.
  • Mobilidade torna-se a salvação para as mídias sociais: Com cerca de 70% das organizações proibindo o uso de redes sociais e, simultaneamente, as vendas de smartphones em ascensão, é provável que os trabalhadores procurem alimentar seus “vícios” pela interação por meio de seus dispositivos móveis. Como resultado, podemos ver mais melhorias nas versões móveis de nossa droga social favorita.
  • Compartilhar não significa mais mandar e-mails: O jornal New York Times desenvolveu um aplicativo para i-Phone que adiciona a funcionalidade de partilha. Isso permite ao usuário facilmente transmitir um artigo por meio de redes como o Facebook e o Twitter. Muitos sites já suportam esta funcionalidade, mas é provável que ela se torne realmente popular nesse próximo ano, quando as pessoas passarão a compartilhar com seus contatos na rede social aquilo que costumavam enviar para listas de e-mail.

Segundo Madia de Souza F.A, em Marketing Trends 2009 p. 17-18, em 2007, o e-commerce no Brasil chegou a 9,5 milhões de shoppers contra 1,1 milhão em 2001. O ritmo de crescimento é assustador, portanto, empresário, prepare-se e reaja!

Caso você queira entender um pouco mais sobre este universo, acabou de sair do forno o livro Manual de Marketing em Mídias Sociais, da Novatec.

Até o próximo post.

Cristina Brasão

Anúncios

2 Respostas

  1. O que me intriga é que, se a nova mídia é tão importante, e não tenho dúvida disso, por que raios controlar tanto o acesso dos funcionários a ela? Quem lê mais escreve melhor, quem vê mais exposições de fotografia tira melhores fotos. Se o empresário procura melhores twitteiros por que nào permite que seus funcionários twittem?

    • Eduardo, infelizmente a equação não é tão simples assim. Apesar de as redes sociais serem extremamente úteis para as empresas fazerem negócios, não são todos os funcionários que podem navegar por elas, pois estes funcionários possuem outras atividades para cumprirem. Já foi constatado que acesso livre a essas ferramentas diminui o desempenho e produtividades. Bom, mas isso pode ser assunto pra um outro post. O que o mercado de marketing digital busca são pessoas focadas neste tipo de trabalho. Hoje, existem nas grandes capitais do país algumas agências especializadas em marketing digital, são profissionais que passam o dia no orkut, twitter, msn, face book e outras redes só fazendo negócios, gerando buzz ou postando algum viral…
      Bom, é isso. Volte sempre.
      Cristina Brasão

Obrigada por comentar o Blog PEGG!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: